Como comprar casa sem sair do sofá durante a crise do coronavírus

Aedas Live oferece uma solução a quem procura casa

Aedas offers virtual property tours with presenters on hand to answer any questions / Aedas
Aedas offers virtual property tours with presenters on hand to answer any questions / Aedas
25 março 2020, Redação

O Aedas Live apresenta-se como a solução para superar as restrições de mobilidade impostas pelo governo aos cidadãos, devido à crise do coronavírus. Graças a esta plataforma, projetada pela construtora, os clientes podem visitar virtualmente um total de 10 imóveis, sem sair do seu sofá e é até possível fechar um negócio e pagar um depósito. Até agora, esta linha de negócios de Aedas teve um volume de negócios de mais de 5 milhões de euros e há planos para expandir o número de propriedades que podem ser mostradas, a fim de também atrair compradores em busca de uma nova casa que seja a sua residência principal.

Enquanto o setor imobiliário estuda o impacto que o atual estado de alarme e bloqueio imposto pelo governo de Pedro Sanchez terá sobre os negócios, Aedas aproveita ao máximo a sua filial virtual, Aedas Live, que foi criada há pouco mais de um ano. Graças a um compromisso de investimento de apenas 100.000 euros, ao contrário dos 5 milhões de euros já entregues à empresa, a construtora oferece aos compradores a oportunidade de ver as visitas virtuais dos seus empreendimentos residenciais, agora que os seus potenciais clientes não podem sair de casa. Os promotores costumam ter dificuldade em marcar encontros nos apartamentos da exposição e os agentes imobiliários consideram quase impossível marcar encontros com os clientes. No entanto, David Martinez, CEO da Aedas, e a sua equipa podem organizar e lidar com um maior volume de visualizações das suas propriedades, e são também acompanhados por dois apresentadores comerciais.

Esta é uma grande oportunidade de negócio que Aedas têm aproveitado, especialmente dadas as circunstâncias, embora a empresa reconheça que ainda não sabe quais serão os efeitos positivos que este período de confinamento da população espanhola. Até agora, Aedas Live tem trabalhado com dez empreendimentos imobiliários em Maiorca, Levante e Costa del Sol. Em quatro destas propriedades, o cliente tem a capacidade de fazer um "tour lite" e movimentar-se por toda a propriedade, que foi virtualmente recriada e exposta numa chroma key na qual o apresentador também está visível. É esta última figura, a do apresentador, que está encarregada de orientar o cliente neste tour 3D e de resolver todas as dúvidas que possam surgir. "As visitas duram em média 45 minutos", explica José Luis Leirós, diretor geral da Aedas Live Virtual Tours.

Inicialmente, esta plataforma foi criada para reforçar o trabalho comercial da construtora. "Estamos centrados em reforçar o processo de transação e gerar a maior confiança possível, antes que o cliente se desloque ao nosso ponto de venda", diz Leirós. Mas a realidade é que o 'Live' também se tornou um canal de venda direta e que já conseguiram fechar algumas transações com apenas uma visita virtual. "Há apenas algumas semanas, um casal russo decidiu fazer uma transferência como pagamento do depósito de uma casa que tinham visto através do nosso canal, sem sequer viajar a Espanha", explica o administrador geral do projecto. Os procedimentos burocráticos (tais como assinaturas notariais e créditos habitação) devem, no entanto, ser realizados pessoalmente. Apesar disso, Aedas indica que estão a explorar possibilidades futuras para poder realizar estes procedimentos de forma remota.

A empresa reconhece que muitos dos seus clientes (até agora) são estrangeiros. Por este motivo, entre os seus dois apresentadores, somam três idiomas - espanhol, inglês e alemão. Em geral, os alemães estão principalmente interessados nas Ilhas Baleares e os britânicos concentram-se mais na Costa del Sol, de acordo com a empresa. "Também há cada vez mais clientes nacionais que se interessam por nós", diz Leirós. O diretor geral da Aedas Live também afirmou que já estão a trabalhar na expansão deste sistema para novos empreendimentos imobiliários, destinados a compradores à procura de uma nova casa, e mesmo em outras áreas populares do mercado, como Madrid. Esta é certamente uma opção que faria muito sentido na atual situação de confinamento em que todos os residentes na Espanha se encontram.

"As expectativas que tínhamos estão definitivamente satisfeitas. Realizámos mais de 100 visitas com clientes de todo o mundo". Cerca de 30% dessas tours virtuais resultaram em visitas ao ponto de venda de Aedas em Espanha, e dessas visitas, 20% resultaram em compras de propriedades", diz Leirós.

A crise do coronavírus e a experiência da construtora neste novo modelo de negócio podem aumentar estes números, especialmente se finalmente decidirem expandir este serviço para áreas como a capital de Espanha. De momento, Aedas já se prepara para continuar a receber clientes interessados em comprar casa sem sair (agora por obrigação) do seu sofá.

Como funciona Aedas Live?

"Live é a primeira plataforma do mundo que consegue conectar diretamente um comprador, onde quer que ele esteja no mundo, com um consultor de vendas, para que possam visitar cada canto de uma nova casa juntos", diz Javier Sánchez, diretor de Inovação e Branding de Aedas. Mas como é que funciona realmente o Live?

"Combinamos três tecnologias: a casa em formato de videojogo, um aparelho de televisão virtual e a Internet como meio de contacto. O resultado é surpreender os clientes graças ao realismo visual e ao fato de que todas as suas dúvidas podem ser resolvidas no momento", explica Leirós.

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista