Partilhar um apartamento em Espanha é 2,9% mais caro do que o ano passado e a oferta está em alta

Os preços dos arrendamentos em apartamentos partilhados em Espanha / Gtres
Os preços dos arrendamentos em apartamentos partilhados em Espanha / Gtres
18 setembro 2019, Redação

O preço do arrendamento de um quarto num apartamento partilhado em Espanha aumentou 2,9%, no último ano, e estabeleceu-se em 340 euros por mês, em média, de acordo com um estudo publicado pelo idealista. A oferta de quartos, por outro lado, disparou 26,9% no mesmo período.

Na cidade de Barcelona, onde o arrendamento de um imóvel completo aumentou 3% no período homólogo, a renda pedida por um quarto aumentou 2,9%, enquanto que em Madrid o aumento foi de 3,1%, no caso dos quartos e 3,6% no caso das habitações completas.

O maior aumento de preços foi registado em Pamplona (15,8%), seguido de Almeria (13,3%), Alicante (12%) e Logroño (10,3%). O preço caiu em seis capitais, sendo que Cádis registou a maior descida (-6,1%), enquanto que em Ciudad Real diminuiu 4,7% e em Burgos 2,5% .

Barcelona é a cidade com os quartos mais caros do país, já que se solicitam 442 euros por mês como renda. Segue-se San Sebastián (425 euros por mês), Palma (417 euros) e Madrid (415 euros). Ciudad Real é, por outro lado, a cidade mais barata entre as analisadas pelo idealista (156 euros por mês), seguida por Cáceres (164 euros), Badajoz (169) e Jaén (185 euros).

O perfil de quem partilha um apartamento

As pessoas que partilham um apartamento, em Espanha, têm um perfil semelhante ao do ano passado, embora a idade média tenha baixado para 30 anos: vivem no centro das grandes cidades, não fumam, nem permitem fumar em casa e não têm, nem admitem animais de estimação.

Na maioria dos apartamentos partilhados, homens e mulheres vivem juntos (71%), enquanto que 24,9% têm apenas habitantes do sexo feminino e 4,1% têm apenas do sexo masculino.

A idade média dos habitantes de um apartamento partilhado varia de acordo com a área geográfica. Nas cidades onde os preços de arrendamento cresceram mais nos últimos anos, é mais fácil que a média ultrapasse os 30 anos, como no caso de Palma, Vitória (34 anos em ambos os casos), Las Palmas de Gran Canaria (33 anos), Santa Cruz de Tenerife (33 anos), San Sebastian, Cádis, Alicante, Santander ou Lérida (32 anos nos 5 casos). Em Barcelona, a idade média dos que partilham um apartamento é de 31 anos, enquanto que em Madrid desce para 29 anos.

Por outro lado, noutras cidades com mercados de arrendamento mais flexíveis, a idade média dos inquilinos é mais baixa. Jaén, Córdoba e Salamanca têm a idade mais baixa (26 anos), seguidos de Ciudad Real, Segóvia, Granada e Valência (27 anos nos quatro casos).

Zonas com mais oferta

Mais de metade de todos os apartamentos partilhados estão distribuídos entre as cidades de Madrid e Barcelona, já que representam 34,1% e 19,2% de todos os quartos anunciados em Espanha. Seguem-se Valência, com 9,2% dos anúncios, Sevilha (5,6%) e Granada (3,5%).

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista